Direção e Formação de um Grupo. Cuidados necessários!

Quando você terminar de ler este artigo você irá dizer uma destas duas frases: “Meu Deus, nunca imaginei que Ministério de Teatro fosse tão difícil!” ou “Cara! Isso é muito legal! Glória à Deus pelo Ministério de Teatro! Tou nessa!” (Eu espero que seja a segunda!) (rs)
Uma das coisas mais interessantes hoje no teatro é a estrutura de cada grupo. Um grupo grande exige uma estrutura grande, um grupo pequeno, já exige uma pequena. Mas em geral a fórmula é igual para todos os grupos. Portanto, assim como o outro artigo, vou tentar colocar da forma mais clara possível.



Diretor
Imagine uma escola sem um diretor. (pare um segundo e imagine mesmo!) Pode parecer que tudo fica na perfeita paz, mas não lhe dou um dia para o caos se estabelecer. Existem decisões que só um diretor pode fazer, existem coisas que só um diretor pode dizer. Agora, imagine novamente, todos procurando o diretor nesta escola e ninguém sabendo aonde ele está. Decisões precisando ser tomadas e ninguém pode tomar. É exatamente assim que alguns grupos de teatro funcionam: ninguém sabe o que fazer sem um diretor.
Não importa o tamanho do grupo, sempre terá a necessidade de um diretor. Por que? O diretor é o cara que corrige, coordena, muda, e conserta as coisas. Sem ele, o grupo vai ficar perdido. (Presta atenção nisso -> Sem ele, o grupo vai ficar perdido!) Vamos agora tentar explicar esta função de extrema importância, veja o gráfico abaixo:





Observe bem (sei que parece coisa de empresa, mas não é). Veja bem onde está o diretor: No topo do mundo.
É ele quem deve coordenar todos os “andares” abaixo. Ele precisa estar sintonizado com todos os outros e precisa estar sabendo sobre eles.
O diretor deve ter uma pessoa ou mais para cada um destes cargos, é claro que muitos grupos não terão gente disponível, então os atores ou outras pessoas poderão fazer mais de uma função. Por exemplo: Temos uma atriz que é uma ótima pessoa para cuidar do figurino do grupo. Ela atua e ainda cuida das roupas. E assim por diante.
Coordenar um organograma como este acima, para alguns pode ser fácil, para outros, pode ser difícil, mas em geral ele é apenas como uma criança recém-nascida, precisa de cuidados sempre. Não é bicho-de-sete-cabeças e aos poucos você notará que ele irá te ajudar muito.
Se eu sou um diretor “esperto” vou deixar uma pessoa para cada um dos cargos abaixo do meu, ou seja, vou deixar uma pessoa cuidando da música, outro da propaganda, outro do cenário e vou apenas supervisionar o trabalho. Assim parece muito fácil, porém isso requer uma coisa a mais. Se você é o diretor, lembre-se que você será cobrado pelo trabalho dos outros, se eles não fizerem bem, você é quem terá que responder por isso. Lembre-se que isso é muito importante para qualquer diretor. Portanto, esteja sempre acompanhando todos os trabalhos. (Quem disse que ministério de teatro é fácil?).
O Diretor é em resumo, a principal pessoa de todo o espetáculo. Pois é ele quem vai responder e guiar o grupo. Todo o Diretor bem-sucedido tem uma equipe boa, mas para que esta equipe boa esteja do seu lado é preciso que você pague o preço dobrado por eles. Não pense que o melhor grupo do mundo está esperando por você que isso nunca vai acontecer. Tem um ditado que diz que o “único lugar aonde o Sucesso vem antes do Trabalho é no Dicionário”. Trabalho duro de direção promoverá um espetáculo perfeito e bem feito.
Lembra aquela peça que você assistiu e você simplesmente falou assim: Uau!
Pois é, atrás daquela peça havia um diretor que trabalhou duro, e as vezes nem foi reconhecido. Porém os atores sabem o valor dele e nos bastidores a voz do diretor é lei.
Você quer ser um diretor bem sucedido? Quer montar um espetáculo que realmente cause impacto na vida das pessoas, que realmente mostre a luz de Jesus? Bem-vindo ao time! Nós estamos com você e vamos trabalhar juntos!
Principais problemas de todo diretor:

Organização
Olhe novamente o desenho (este que parece uma empresa) e veja todas as funções. Acha que sozinho o diretor é capaz de fazer tudo aquilo? Nem por milagre! Por isso a função do diretor está isolada lá em cima. Ele é quem vai coordenar o trabalho. Por exemplo: Preciso de um cenário que me lembre uma floresta. Eu sou péssimo com cenários, mas sei que na igreja tem uma irmã que adora fazer pinturas e artesanatos. O que você acha que eu vou fazer? Isso mesmo, incluir ela no time! (envolver as pessoas da igreja é a chave para solucionar qualquer problema de incentivo).
Mas lembre-se de uma coisa interessante. Não espere que ela vai chegar e já, de uma hora para outra, entender como será o cenário. Passe a peça para ela ver. Deixe-a dar idéias e tudo mais, como eu te falei, sou péssimo com cenários, e a opinião dela é lei para mim. Por isso eu deixo-a ver a peça toda e dou todo o suporte que ela precisa. Ela estará fazendo o que mais gosta e ainda por cima tendo o prazer de ser incluída no grupo. (Lembra-se do “Envolva para ser Envolvido?”).
Da mesma forma em todos os outros. Não esqueça todo mundo está começando este trabalho, não exija demais. Trabalhe junto e vá assim adquirindo conhecimento também. Não esqueça de ver se ela possui material necessário e etc. (Pintar um cenário do nada, só Deus!)

Meu Grupo é T-a-b-a-j-a-r-a!
Tabajara = Muito Ruim
Não se desespere se o seu grupo é Tabajara. Ninguém nasce sabendo. Não se aprende as técnicas da noite para o dia assim como nenhum médico faz cirurgia no primeiro dia de aula. Tudo o que você precisa é por o “pé na realidade”. Qual é o nível do seu grupo? Qual é o seu nível? O que você aprendeu sobre teatro? Eu sei que as vezes é muito chato estudar teatro. Tem vezes que ler uma peça que nunca será apresentada é mais desgastante do que qualquer coisa. Eu sei disso, mas até para isso existe uma solução criativa e muito vantajosa! É o famoso “Aprenda a fazer, fazendo.” Mas vamos adicionar um tempero ai: “Aprenda a fazer, fazendo E ASSISTINDO.” Eu gosto muito de teatro, mas não tenho paciência para ficar lendo peças por ai. Então eu faço o caminho mais curto, fico sabendo que alguma outra igreja irá apresentar uma peça e estou lá assistindo, vejo as cenas, os atores e tudo o que posso. Olhos os erros os cenários, os acertos, vejo se um ator é bom, se é ruim... esta coisinhas que você acaba imitando. Eu aprendi a contracenar imitando atores que eu via. Lembra do Mr. Bean (passou até no fantástico uma vez.) ele é ótimo! Ele é capaz de nos manter sentados no sofá por horas sem dizer uma única palavra. É claro que como ele existem muitos outros modelos. Mas a idéia principal é esta. Veja, assista, re-assista, escute, olhe e observe muito outros atores. Assim vocês estarão dando um passo bem grande rumo aonde querem chegar. P-r-o-f-i-s-s-i-o-n-a-l-i-s-m-o!
Lembro que os mais velhos aprenderam a tocar música olhando a partitura, hoje, a grande maioria aprende de ouvido. Quando não, pelas cifras. Por mais que uns defendam que a partitura é que é o correto, você não pode ignorar que já 80% das pessoas que tocam nunca leram uma.
Assim é com o teatro, não espere fazer uma faculdade de Artes Cênicas para dizer que sabe de teatro, aprenda com os outros. Vá em Workshops de teatro, Oficinas e assista outros. Aprenda assim que é o caminho mais rápido e “moderno” de aprendizado.
Agora, não jogue no lixo todos os livros e peças de teatro. Livros também ensinam bastante sobre teatro assim como web-pages como esta.
Por exemplo: Como é que se come peixe? (eu sei que é com a boca!) Mas como é que se come? Rapidamente? Desesperadamente? Não! Peixe se come devagar, tirando os espinhos e tomando o máximo cuidado para não engolir coisa errada. Assim é o aprendizado. Existem coisas que você tem que jogar fora, outras, porém você salva. Neste meu artigo, por exemplo: Jogue fora o que você achar errado e guarde o que é certo. Assim é o caminho do aprendizado! E saia da Tabajarice! (não vou pagar Royaltes para o Casseta & Planeta pelo Tabajara! Isso já virou “chavão”).

Autoridade
Já ouvi dizer que “autoridade” não se tem, se conquista. O que é uma mentira! Você pode ser uma ótima pessoa e não exercer autoridade nenhuma, por outro lado, ser ruim e exercer autoridade.
Na verdade não existe nenhuma fórmula para conquistar autoridade de diretor. Não pense que você é vacinado e os outros não são. Lembre-se que vocês são um grupo. Todos devem trabalhar juntos. O fato é que muitas vezes aqueles que já possuem mais tempo de teatro acabam ficando como líderes, o que causa um problema geral. Imagine você querendo dirigir uma peça onde um dos atores já possui 20 anos de teatro. Ele vai rejeitá-lo como líder. Mas não perca o “jogo de cintura” quando eu me encontro nesta situação eu simplesmente escrevo uma peça, ou pego uma peça que ninguém conhece e estudo-a bastante, mudo muita coisa, acrescento falas e tudo mais. Então convoco o grupo e apresento a peça, como eu já estudei bastante ela, tenho a vantagem de conhecer mais, o que deixa qualquer 20 anos de teatro no chão. Mas não uso isso como arma, eu peço conselhos para todos os atores e juntos quebramos qualquer barreira entre atuar e dirigir.
Mas se ainda persistir o problema, seja moderno, não veja esta pessoa como inimigo. Trabalhe com ele, some mais para grupo. Peça para ele explicar, ajudar e te ajudar na direção. Quem sabe ele não seja um diretor frustrado que nunca teve uma oportunidade?
Mas, se você tentar todos os recursos para dirigir uma peça e mesmo assim notar que não tem autoridade nenhuma. Chame alguém que tenha e trabalhe com ele. Não seja egoísta. Pegue esta pessoa e peça ajuda na direção da peça. Você vai aprender com ele como é que se conquista a autoridade. Trabalhem juntos, conversem, revejam cenas. Vocês aprenderão mutuamente.

Finanças
Sim, este é o problema maior. Arrumar dinheiro para fazer aquele cenário ou comprar aquelas roupas sempre são o principal problema. Existem igrejas que por mais restritas que são em termos de Teatro, ainda ajudam financeiramente quando se precisa de algo com o figurino. Outras, porém, não dão apoio nenhum. (nem no sangue para coroa de Jesus na peça da Páscoa).
Se você está neste grupo e pensa em desistir, vá em frente! Mas lembre-se que Jesus não desistiu de morrer por você. (desistir é para aqueles que não querem pagar o preço!)
Agora, se você ora, e vê o teatro de sua igreja crescer e florescer, então, lute! Pague o preço. Muitas coisas podem ser feitas em casa e economiza dinheiro. Outras, porém precisam de gastos, então seja o primeiro a por a mão no bolso. Se você que é o diretor não acredita no grupo, então ninguém mais vai acreditar. Agora não espere que o seu dinheiro seja reembolsado porque você vai se frustrar. Mas se você está dando com amor, Deus estará vendo a honra.
Existem muitas formas de arrecadar dinheiro. Utilize-se delas: Cantina, doações, ofertas e até a famosa “vaquinha” para completar algo. (acha que sou rico? Formas criativas é o que há!) Falta de apoio financeiro não faz nenhum grupo acabar. Existem formas criativas de contornar este problema. Só basta arregaçar as mangas e trabalhar duro.

Propaganda
Aqui estamos nós, a peça pronta e agora falta a divulgação. Mas antes de sair por ai que nem doidos distribuindo panfletos, analise alguns aspectos. Primeiro a peça fala sobre o que? Quem é o público alvo? Se você quer atingir a igreja, anuncie no boletim, ligue para os membros e anuncie no púlpito. Se quer atingir a cidade, comece pelo seu quarteirão.
Imprima panfletos convidativos e bem elaborados e distribua pela vizinhança. Agora, envolva todo o grupo na divulgação. Mas não precisam se desesperar, comecem devagar, pois se vocês conseguirem distribuir no bairro todo, já é um grande começo. (quem não é visto, não é lembrado.)
Utilize-se também de recursos gratuitos de divulgação. Algumas cidades possuem serviços de anúncios grátis, além de web-pages e outras formas criativas de divulgação. Tenha sempre na cabeça a seguinte idéia: Onde está o povo que eu quero atingir?

Liderança da Igreja
Ah, agora pegamos pesado! Nosso amados líderes que adoram cortar nossas asinhas! Um defeito muito grande é o famoso “paço maior que a perna”. Não queira já sair fazendo peças e anunciando em todo o lugar sem antes passar pelos líderes. Porque depois são eles quem vão ter que absorver os frutos. Lembre-se que o Ministério de Teatro é um ministério da igreja. E o objetivo de toda igreja é trazer almas para Cristo. Portanto, quando for apresentar uma peça, fale com o Pastor, pegue idéias, sugestões e etc. Eles são ótimos para nos clarear assuntos. Eu, particularmente, mando a peça para o meu pastor ler. Depois que ele leu, e anotou algumas coisas nós voltamos e discutimos. Por fim apresentamos. NUNCA FAÇA NADA SEM SUPERVISÃO OU CONHECIMENTO DOS LÍDERES, isso vai evitar muita dor de cabeça e problemas para o próprio grupo.
Seja submisso, se o pastor ou os líderes falaram “Não” então é “Não”. Se falarem “Sim” é “Sim”. Deixe tudo muito bem esclarecido, TUDO! Se vai precisar de dinheiro, vai apresentar as notas, como vai ser o projeto, quem vai estar envolvido, aonde quer chegar com a peça, o preço que estão pagando, quais os ministérios que estão sendo envolvidos. Tudo o que for bem explicado não sairá caro. Aceite sugestões e aprenda a perder também. Lembre-se que Deus está vendo o seu esforço e não pense você que eu também já não perdi, porque eu já perdi. E foram muitas vezes.
Ande sempre com o teatro muito bem esclarecido, converse com os membros mais velhos, convide-os para assistirem os ensaios, e etc. Eles gostam disso! Pensa que não? Já me surpreendi muito com pessoas que eu nunca imaginava que gostaria de vir no ensaio. E deram palpites muito bem aproveitados! (o que é divertido, porque para mim, aquela pessoa simplesmente não combinava com aquilo!) (rs)
Hoje temos um problema em que a maioria dos grupos de teatro são de Jovens. A liderança ou os mais velhos possui um certo receio de não saber o que eles realmente estão fazendo. Traga-os até os ensaios e verá como as coisas mudam. Todo mundo gosta de artes. É uma terapia que não tem limite de idade. Deixar todo mundo sabendo do que está acontecendo evita fofocas e até maus entendidos.

O Último Ato
É aqui que o Diretor fecha com chave de Ouro. Agradeça todo mundo. (se possível, dê um cartão ou uma pequena lembrancinha para todos. Mas se não puder, um sincero “obrigado” vale muito) Vocês estão agora no momento em que todo o trabalho foi feito. Foi um trabalho puxado, mas todos ajudaram e no fim a peça chegou no objetivo esperado. Se houve conversões ou renovações de vidas, Glórias à Deus somente! Muitos não irão se converter, mas irão para casa com a peça na cabeça. Pode ter certeza que o Espírito Santo vai fazer o trabalho dele também. Mesmo que esta pessoa nunca mais volte na sua igreja, a semente foi plantada, e como disse Paulo “Um planta, outro rega...” e assim por diante Deus vai mostrando sua verdade para todos os homens. Se uma pessoa, nesta noite, uma só. Parar e pensar no reino de Deus depois do que viu e ouviu na peça, o seu objetivo foi atingido! Sempre que fazemos peças, nós damos um pequeno folder para todos os que irão assistir. Neste folder nós deixamos uma parte para que eles preencham seus dados e uma pequena opinião sobre a peça. Esta opinião serve para nós avaliarmos o nosso trabalho e nos incentiva a continuar trabalhando. E o endereço serve para nosso “banco de dados” onde sempre enviamos convites para novas peças e eventos da igreja. É uma forma de não esquecermos daquele visitante que um dia apareceu do nada para ver a peça. Nós sempre enviamos novos convites para ele ver outras peças e um dia possa decidir ficar de vez.

Oração ao Quadrado
O Seu grupo tem tudo o que precisa para ser uma grande potência no bairro, na cidade e no Brasil. Lembre-se sempre disso. Como diretor nunca esqueça de agradecer à todos os que ajudaram, nem que seja só pela arrumação nas cadeiras. Ninguém faz nada se não sentir o prazer nisso. Então agradeça! Isso vai aumentar a estima deles por você também.
Agora, lembre-se da principal obrigação de todo o diretor: ORAÇÃO!
Imagine-se como uma lanterna. Se todos do grupo estiverem no escuro, você será a luz para eles. Então esteja sempre em sintonia com a maior luz do mundo: JESUS! Se você ora todos os dias, multiplique isso por “2”. Ore e pague o preço, Lembre-se que você está na frente e além de ser o diretor do grupo é também o líder espiritual. Ninguém precisa saber que você está orando dobrado, mas faça isso. Deus dá e tira a autoridade para quem ele quiser. Não deixe-o tirar a confiança que ele está depositando em você. Pague o preço mesmo e verá coisas que nem olhos viram nem ouvidos ouviram. Deus está do seu lado e vai te ajudar, pode ter certeza.

Outros problemas?
Se ficou algum outro problema que eu não coloquei aqui, eu gostaria que você comentasse, ou me enviasse um e-mail: rogeriocericatto@hotmail.com que eu terei o maior prazer em responder ou colocar no próximo artigo.

Deus te abençoe e espero ter sido útil.


Rogério Cericatto
Formado em Administração de Empresas pelo Centro Universitário Positivo, Formado em Profissional Acting pela Circle in the Square Theatre – New York, Colunista da Revista “All Nations Magazine” (Região de Fairfield em Connecticut, USA).

Nenhum comentário: