A responsabilidade pós-peça.

Durante a minha vida pude perceber que o teatro evangélico possui dois desafios. O desafio que vem antes da peça, e o desafio que vem após a peça. É do conhecimento de todos a fidelidade do nosso Deus. Porém quando um trabalho sai muito bem sucedido, as pessoas envolvidas tendem a perder o foco e a verdadeira importância do trabalho. Essa perda se dá com a auto-exaltação e com a falta de sabedoria de alguns irmãos.

Deus nos tem chamado para ser luz nas trevas e isso significa que nós não devemos ser estrelas. Em Gênese 1: 14,17 e 18. Então disse Deus: - Que haja luzes no céu para separarem o dia da noite e para marcarem os dias, os anos e as estações. (Do17 em diante) Deus pôs essas luzes no céu para iluminarem a terra, para governarem o dia e a noite e para separarem a luz da escuridão. Ou seja, as estrelas não foram criadas para separar a luz da escuridão. Se você quer se pôr como um astro na casa do Pai, seja lua! Porque?


Vamos pensar cientificamente fazendo um link com esses versículos que lemos. A lua não possui luz própria, todos sabemos, a luz dela é um reflexo da luz do sol. A bíblia diz que Deus é a estrela da manhã. A estrela da manhã é o Sol. Então, nós temos de ser como a lua. Todo nosso brilho tem de ser o reflexo da Glória do Senhor nas nossas vidas, até porque quando a lua está cheia e linda no céu ninguém pára pra ficar admirando as estrelas.

O grupo tem de vigiar em dobro após a peça. Cada um que está ali desenvolvendo qualquer função está se colocando como sacrifício de louvor e adoração ao Pai. Temos que ficar vigilantes a todo tempo principalmente os atores que normalmente são os mais atingidos por elogios e por estar no palco na frente de todos, o ator se torna um referencial pra igreja e pra aqueles que conheceram a Jesus através do trabalho do grupo.

Jejum e oração são as melhores armas para se combater tudo aquilo que não está ao nosso alcance.
Trate sempre o seu ego, e procure cada vez mais ouvir a voz do Senhor.


Luis Sergio Faria Junior.
Líder do Grupo teatral Creatio In Gloria (que significa criação em glória)

Nenhum comentário: